Farsa de Inês Pereira De Mestre Gil VicenteRegresse a "Teatro"

Farsa de Inês Pereira

de Mestre Gil Vicente

Com um elenco de cinco actores, um cenário que permite ver para além dele, o guarda roupa que reproduz a moda quinhentista, o respeito pelo texto que é dito na integra, criámos um espectáculo que se caracteriza pela sua vertente curricular e acessível aos públicos mais variados. Devido ás suas características pode ser transportado facilmente e montado nos mais diversas espaços.

Farsa de Inês Pereira
A seguinte farsa de folgar foi representada ao muito alto e mui poderoso rei D. João, o terceiro do nome em Portugal, no seu Convento de Tomar, era do Senhor de MDXXIII. O seu argumento é que porquanto duvidavam certos homens de bom saber se o Autor fazia de si mesmo estas obras, ou se furtava de outros autores, lhe deram este tema sobre que fizesse: segundo um exemplo comum que dizem: mais quero asno que me leve que cavalo que me derrube. E sobre este motivo se fez esta farsa.

Siga a Farsa de Inês Pereira no Facebook
© VicenTeatro - todos os direitos reservados /| Website Template By luiszuno modified by OS Templates